BH em Pauta: Escola municipal promove contação de histórias

Contadora de histórias mostra livro ilustrado para dez crianças. Foto: Regional Venda Nova/PBH

BH em Pauta: Escola municipal promove contação de histórias

20/07/2017 | 15:26 | atualizado em 25/07/2017 | 18:21Projetos de leitura para provocar o interesse de alunos pelos livros e as histórias são comuns nas escolas. A biblioteca da Escola Municipal Alessandra Salum Cadar, localizada no bairro Jardim Europa, região de Venda Nova, oferece algo diferente com o projeto “Era uma vez… do jeito que a mamãe contou”, que promove apresentações na primeira sexta-feira do mês, sempre de uma mãe e uma criança, contando histórias para o coletivo de alunos, no pátio da escola. O projeto é de autoria da auxiliar de biblioteca Claudia Ribeiro, que já está na escola há mais de 20 anos. Na última apresentação, ocorrida em junho passado, a história escolhida pela mãe, Elisângela Ferreira Martins, e por Larissa, aluna do 1º período do turno da manhã, foi A Arca de Noé, de Stephen Barker. Elas contaram a história para uma galerinha animada e Elisângela se sentiu honrada com o convite. “Foi uma experiência emocionante para mim, ver a alegria da minha filha e os coleguinhas todos animados. Mostrei as fotos e os vídeos para toda a família, o que inspirou a tia da Larissa a implantar o projeto na escola em que ela dá aula, contou. “A participação da família é muito importante dando exemplos concretos de leitura aos filhos. Ler com e para seus filhos será o maior legado que os pais deixarão em suas vidas”, avalia Claudia Ribeiro. Envolvimento da família A contação de histórias já ocorria na escola, com o clube de leitura Lê pra Mim. Mas ideia de envolver as mães na dinâmica surgiu de uma situação peculiar vivida pela bibliotecária. “No dia de devolver um livro que escolheu, a menina me contou, com semblante triste, que a mãe não havia contado a história para ela e que ela nunca lia as histórias que ela levava. Disse também que a mãe não a deixava “ler” sozinha e guardava o livro em cima do armário. O relato me tocou profundamente e percebi que o clube de leitura não estava cumprindo seu papel”, concluiu. Claudia conta ainda que leu a história para a menina e entrou em contato com a mãe, explicando que a menina havia sido selecionada para contar a história que gostou dentro do projeto “Era uma vez… do jeito que a mamãe contou” e a convidou para assistir a apresentação. “A mãe, após nossa conversa e sabendo que a filha havia sido selecionada, demonstrou surpresa e ficou emocionada. Acredito que, naquele instante, tal acontecimento promoveu uma reaproximação desta mãe com a filha. A menina se tornou uma ávida frequentadora da biblioteca, escolhendo toda semana uma história para a mamãe contar pra ela. E eu sou agraciada todos os dias com um caloroso abraço”, afirma Claudia. Eleição direta A biblioteca da Escola Municipal Alessandra Salum Cadar foi inaugurada em julho de 2000 e recebeu o nome de Mauricio de Sousa, em homenagem ao criador da Turma da Mônica, em uma eleição direta realizada entre os alunos da época. A Escola Municipal Alessandra Salum Cadar é uma escola de educação infantil e está localizada na Rua Budapeste, 68, bairro bairro Jardim Europa. Atende, atualmente, a 252 crianças, com idade entre 3 a 5 anos, em dois turnos de funcionamento (matutino e vespertino).  

Fonte: prefeitura.pbh.gov.br/noticias/bh-em-pauta-escola-municipal-promove-contacao-de-historias

admin

Um texto sobre min....