Grupo Galpão apresenta sarau no Raul Belém Machado

Grupo de oito atores do Grupo Galpão posam com instrumentos musicais. Dois seguras sanfonas, outros dois, violões. Uma está com tambor. Todos vestem preto. Foto: Guto Muniz

Grupo Galpão apresenta sarau no Raul Belém Machado

23/06/2017 | 10:13 | atualizado em 12/01/2018 | 15:05

O Teatro Raul Belém Machado recebe na próxima quinta-feira, 29 de junho, às 20h, o espetáculo “De Tempo Somos”, do Grupo Galpão. Com direção musical de Luiz Rocha, o sarau resgata canções que marcaram a história do grupo, além de músicas inéditas, poemas e reflexões. A apresentação integra a temporada de comemoração dos 35 anos desde que é um dos mais importantes grupos teatrais do país. Os ingressos podem ser adquiridos na internet ou na bilheteria do teatro por R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia). A bilheteria do teatro não aceita cartões.  

O repertório traz alguns dos trabalhos mais antigos do grupo como “Corra Enquanto Há Tempo”, de 1988, “Álbum de Família”, de 1990, e “Romeu e Julieta”, de 1992. Também são apresentadas canções mais recentes e até músicas ainda inéditas para o público, que foram desenvolvidas em workshops internos do grupo. Ainda que seja um resgate, as músicas foram recontextualizadas. “O foco desse sarau não é nostálgico, mas visa o futuro, o que está por vir. Celebra o que foi feito para apontar possíveis caminhos para o futuro” afirma Simone Ordones, que junto de Lydia Del Picchia assina a direção geral do espetáculo.  

Além das músicas a montagem promete ainda a interpretação de textos que dialogam com a temática do espetáculo e levantam reflexões sobre a libertação que é a criação artística. No repertório estão poemas e ensaios de Eduardo Galeano, Anton Tchékhov, Olga Knipper, Calderón de la Barca, Charles Baudelaire, Manuel Bandeira, Nelson Rodrigues, Jack Kerouac, Paulo Leminski e José Saramago. Autores que foram escolhidos por compartilharem indagações e reflexões a respeito da arte com o Grupo Galpão.  

E é essa junção de música e literatura que dá o tom a “De Tempo Somos”, conforme observa Lygia Del Picchia: “A cantoria é a celebração do encontro, da festa, da disposição para seguir em frente apesar de tudo que nos faz pender para o chão, do espírito libertário e contestador inerente a toda reunião festiva”.  

De Tempo Somos | Grupo Galpão

Dia 29 de junho | quinta-feira | às 20h

Teatro Raul Belém Machado (Rua Leonil Prata, s/n – em frente à praça Paulo VI)

Ingressos: R$20,00 (inteira), R$10,00 (meia)

Informações: (31) 3277-6437

Fonte: prefeitura.pbh.gov.br/noticias/grupo-galpao-apresenta-sarau-no-raul-belem-machado

admin

Um texto sobre min....