Sala Mineira do Empreendedor da capital já emitiu 12 CNPJs

Três cidadãos sendo atendidas no estande da Sala Mineira do Empreendedor de Belo Horizonte. Foto: Raquel Bernardes/PBH

Sala Mineira do Empreendedor da capital já emitiu 12 CNPJs

04/08/2017 | 13:03 | atualizado em 07/08/2017 | 13:35

Recém-oficializada, a Sala do Empreendedor de Belo Horizonte já teve formalizados 12 cadastros nacionais de Pessoa Jurídica (CNPJ), número que identifica as empresas e microempreendedores individuais junto à Receita Federal. A formalização ocorreu no estande da Feira do Empreendedor MG 2017. O termo de adesão ao programa Sala Mineira do Empreendedor foi assinado dia 3 de agosto pelo prefeito em exercício Paulo Lamac, em cerimônia realizada no próprio estande, na sede do Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Minas Gerais (Sebrae MG). A iniciativa, desenvolvida em parceria entre o Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Minas Gerais (Sebrae MG) e a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg) e os municípios, tem o objetivo de desenvolver, melhorar e simplificar o ambiente de negócios nos municípios, oferecendo apoio para os empreendimentos de todos os portes.  

O diretor de Operações do Sebrae, Anderson Cabido, saudou a parceria entre os órgãos que prestam um serviço fundamental para o bom funcionamento das empresas, “todos reunidos para proporcionar uma facilidade para aquele empreendedor, aquele corajoso que quer se dispor ao risco de oferecer para a nossa sociedade emprego e renda”. Ele destacou também a importância de Belo Horizonte aderir ao programa, “pois a nossa capital é a locomotiva do nosso estado e este ato é carregado de um simbolismo que mostra para todos os demais prefeitos e prefeituras o quão vitoriosa pode ser esta iniciativa”, disse em seu discurso.  

Nesta parceria, o município é responsável em prover espaço físico e recursos humanos. A Jucemg e o Sebrae se encarregam de capacitar os servidores sobre os temas de cada órgão, como abertura e registro de empresas e temas de gestão de negócios em micro e pequenas empresas. A forma de atuação das Salas é embasada em três pilares básicos: orientação, serviços e capacitação por meio de programas regulares dos parceiros.  

Vários órgãos podem estar envolvidos, a depender do tipo de empreendimento que busca o serviço – por exemplo, Corpo de Bombeiros, Receita Federal e Estadual, Vigilância Sanitária, entre outros. A Sala Mineira do Empreendedor tem a função de estabelecer a conexão entre eles e os empreendedores. A chefe de gabinete da Presidência da Jucemg, Nélia Borboleta, destacou estas parcerias e ressaltou o pioneirismo da iniciativa no país. “Neste momento em que o Brasil passa por dificuldades, nós aqui, fomentando a geração de empregos, dando oportunidade para o empreendedorismo, isto é muito importante”, disse.  

Em seu discurso, o prefeito em exercício saudou os “corajosos” que querem ajudar a construir uma economia mais robusta para a cidade. “Gente, Belo Horizonte precisa demais da conta dos empreendedores, dos jovens, dos pequenos, médios empreendedores. É uma cidade que está buscando fortalecer suas vocações, que precisa muito expandir uma nova economia. Neste ponto de vista, é crucial, é espetacular, poder contar com uma iniciativa como a Sala do Empreendedor”, disse.  

Além de saudar os parceiros Sebrae e Jucemg, Paulo Lamac também destacou a atuação da Secretaria Municipal Adjunta de Desenvolvimento Econômico e de seu titular, Bruno Miranda, empenhados no que chamou de “virada econômica” – a superação dos desafios com criatividade e ousadia. “É possível sim, tem condições da gente acreditar que boas iniciativas podem ser feitas no poder público”, declarou.  “Belo Horizonte vai lutar muito para estar à altura da confiança dos belo-horizontinos”, concluiu.  

O estande da Sala Mineira do Empreendedor ficará na Feira do Empreendedor MG 2017 até este sábado, dia 5 de agosto, na sede do Sebrae-MG – avenida Barão Homem de Melo, 329 – Nova Granada. A Prefeitura de Belo Horizonte pretende implantar a estrutura definitiva até o final do ano.

Fonte: prefeitura.pbh.gov.br/noticias/sala-mineira-do-empreendedor-da-capital-ja-emitiu-12-cnpjs

admin

Um texto sobre min....